área exclusiva para clientes

E-books

Resistência e re (existência) de professoras negras em Porto Seguro

Resistência e re (existência) de professoras negras em Porto Seguro

trajetórias e inscrições de raça e gênero na docência
Por
Thalita Santos Reis
Editora
Telha
Formatos
Onde encontrar
Sinopse

Este trabalho tem o objetivo de conhecer e analisar criticamente através da coleta de relatos de vida, a análise interseccional de categorias como escolarização e atuação profissional junto às identidades raciais e de gênero de professoras negras do Município de Porto Seguro – BA, a fim de perceber a relação que essas vivências têm com fazeres pedagógicos. No Brasil, há uma maior participação das mulheres no campo educacional. Dessa forma, utilizaremos o recorte de raça e gênero para analisar tais trajetórias e como esses marcadores influenciam nas suas formações. Realizamos entrevistas com as professoras da região para cotejar essa perspectiva. Como metodologia, selecionamos três professoras para a pesquisa e através da análise do discurso produzido por essas mulheres, buscaremos compreender seus processos de formação e fazeres pedagógicos que possam contribuir para a efetivação da lei 10.639/03.