área exclusiva para clientes

E-books

O Instagram está padronizando os rostos?

Por
Camila Cintra
Editora
Estação das Letras e Cores
Formatos
Onde encontrar
Sinopse

A circulação de representações de rostos é a maior da história da humanidade. O que os rostos no Instagram ajudam a narrar sobre os valores e sujeitos da era digital? À luz da cultura de consumo, um novo tipo de rosto dali emerge. Como imagem, através de edições e filtros faciais, e como matéria, encarnado fisicamente por meio de procedimentos estéticos e cirúrgicos, sobretudo em rostos femininos.

Da observação desse fenômeno, surgem questionamentos: a partir do Instagram, os rostos estão seguindo um padrão? Se o rosto é o elemento físico mais singular e qualitativo da identidade humana, do que abrimos mão quando aproximamos a face de um modelo estético? Afinal, o que é o rosto em si mesmo?

Percorrendo uma breve história cultural do rosto até a era digital e localizando o rosto de Instagram e seus significados, o livro propõe uma reflexão sobre a relação entre rosto e subjetividade, e os impactos da lógica de consumo, insuflada pela tecnologia e pelas ferramentas digitais, quando aplicada à face humana.