área exclusiva para clientes

E-books

Poemas do amor a paz

Poemas do amor a paz

Por
Marizia Cezar
Editora
Grupo Editorial Scortecci
Formatos
Onde encontrar
Sinopse

Transdisciplinaridade representa para mim TRANS SÍNTESE nesta apresentação holopraxis: A Palavra no cotidiano como energia interior e exterior, através de POESIA E CABALA, a permear e ultrapassar os conteúdos de cada síntese sob a experiência do mergulho no espaço cosmo oceânico de sinais simbólicos do alfabeto à composição da capa do livro com as folhas de Aroeira para o desejo ser realizado. Dez mil poemas escritos pela prática de Poesia diária com as mensagens de "Bom Dia" ou "Boa Noite" para os amigos, e a todos os leitores a pequena mostra em Amor A PAZ. Os efeitos sonoros do habitat urbano de São Paulo cosmopolita a partir do Inconsciente Pessoal como reflexo de percepção ao nível de Consciência no processo do Inconsciente Coletivo numa linguagem subjetiva conectada aos valores do comportamento humano em relação ao Meio Ambiente – POESIA – uma dedicatória de Paz ao Amor pelo caminhar da humanidade com o planeta como ato construtivo do dia a dia. Abordagens dentre as diferenças das palavras Cabalah (conceito cristão), Qabalah (da Yoga, conceitos cristão e judeu) e Kabbalah (conceito judeu). Qabalah – cujas raízes estão registradas no sul da França e na Espanha em sua forma mais oral do que escrita: receber através do Caminho das Letras. Inspiração nas dez emanações, SEFIRAH – “Número ou Contar”, primordiais da Árvore da Vida, para a ótica de criação do mundo pelas 22 letras hebraicas, conexão Céu e Terra. MALKUT ou manifestação – a Jornada Arquetípica com Saturno a devorar os próprios filhos na travessia da noite, a escuridão como retorno ao silêncio no mar onde o mistério é eterno; a casa, o corpo, a roupa, no caminho da Terra anima e animus, o desenho do pensamento para a forma e transformação como fogo do Universo, luz e estrelas. Conforme o post Google 20 de março de 2012, Vasco Cardoso, Geometria: estruturando os desenhos, II Encontro Internacional sobre Educação Artística em Abril 2012, 2° a Unidade Curricular de Geometria da Faculdade Belas Artes da Universidade do Porto, PT, o Desenho como linguagem no espaço é veículo de comunicação entre Arte e Ciência, como a Gramática é para o escritor, e proporciona a leitura e interpretação analítica da realidade das formas para explicar-se a 4ª dimensão em suas propriedades métricas ou projetivas – Fonte de pesquisa Sagan Carl (2003, pp.304 - 308: 1a. ed. 1980). O controle aplicado sobre a natureza de cada elemento do corpo físico pelo exercício da Vontade é para enxergar a luz astral no ponto exato do si-mesmo, no meio de Samsara: o mundo de Azoth entre o equilíbrio físico e espiritual, sendo a meditação ponte para os dois mundos; ao se ingressar no Astral, conhecer e dominar cada aspecto dos símbolos face à existência real numa realidade tangível à qual se tem por submissão à Vontade todos os elementos de uma Esfera ou Sephira com a Maestria de maneira inequivocável. Àquilo que foi recebido do que foi trazido do astral seja consciência pura, sensação, intuição, razão e emoção. Esta Obra Poética tem por objetivo integrar o Ser, Ecoambiente e ao Todo o Planeta Terra.
Marizia Cezar