área exclusiva para clientes

E-books

Fábulas

Fábulas

Por
Aramis Ribeiro Costa
Editora
Kalango
Formatos
Onde encontrar
Sinopse

 A matéria dessas fábulas eram as situações do dia a dia, do relacionamento humano, do sentimento humano. Não foram poucos os meus próprios sentimentos, as minhas próprias situações vividas ao longo da semana, que transformei em fábulas nos domingos à noite, para ir entregar pessoalmente na redação de A Tarde, durante dez anos na sede da Praça Castro Alves, depois, por mais dois anos, na nova sede no Caminho das Árvores, na segunda-feira pela manhã, dia em que era diagramada — era essa a palavra usada — a página editada por duas décadas por Adroaldo Ribeiro Costa. Nessas ocasiões, nos doze anos dessa minha colaboração, aproveitava para ficar um pouco na redação, dando palpites na escolha das matérias e na diagramação da página, que era executada quase sempre por Helô Sampaio, mas às vezes também por Everaldo Rocha. Foram doze anos em que também colaborei com o jornal na página literária e na página estudantil, além de escrever crônicas e artigos que eram publicados ou na página editorial, ou no 2º Caderno.