área exclusiva para clientes

E-books

Dicionário analógico da língua portuguesa:

ideias afins/ thesaurus
Por
Azevedo,Francisco Ferreira dos Santos
Editora
Lexikon
Formatos
Onde encontrar
Sinopse

Sabemos muito bem que o vocabulário comum, adquirido e manejado no círculo de amizades e de trabalho, não nos basta, em determinadas ocasiões, para expressar exatamente o nosso pensamento. O contato com a gramática e com os dicionários é importante, mas temos necessidade de recorrer a outras fontes quando precisamos empregar palavras de uso comum para sermos perfeitamente compreendidos. Um dicionário, no seu sentido mais corrente, é obra que objetiva documentar e fornecer os significados das palavras de uma língua, que constituem o léxico desta língua, apresentadas em ordem alfabética. Não pode, evidentemente, prescindir dele todo cidadão que exercite, de algum modo, a linguagem verbal. Já um Dicionário analógico tem finalidade distinta e complementar: não mais saber o que uma palavra significa, mas saber “que palavras” a ela se relacionam, analogicamente, através de seus significados, em uma área semântica em torno de uma ideia central afim. O Dicionário analógico da língua portuguesa – ideias afins é um dicionário temático, isto é, as entradas são organizadas por temas (como semelhança, pureza e convergência) e não como uma lista alfabética de palavras. Dois tipos de busca são possíveis para achar uma palavra específica: é possível buscar o tema ao qual está relacionada ou recorrer ao índice, com mais de 100 mil entradas (palavras e expressões diferentes), estas sim, em ordem alfabética, enviando a quase 160 mil referências diferentes ao longo do dicionário, uma coleção de conceitos de grande importância e valor para quem escreve por gosto ou por ofício. Uma ferramenta essencial para escritores, advogados, jornalistas, músicos, poetas etc.