área exclusiva para clientes

E-books

Altas cortes e criminosos nazistas

Altas cortes e criminosos nazistas

O processo decisório em uma análise histórico-jurídica
Por
Felipe Cittolin Abal
Editora
Gramma
Formatos
Onde encontrar
Sinopse

Historiadores ligados à História Política há um largo período de tempo têm em mente a importância do Judiciário como uma instituição estatal com a função de resolver litígios e aplicar as normas ao caso concreto, podendo atuar desde o nível dos cidadãos considerados como indivíduos, perpassando pelas mais diversas organizações, até um nível maior, no qual são decididas questões em um panorama nacional, estatal e até mesmo internacional. Frente a isto faz-se necessário analisar o processo decisório dos julgadores e compreender o resultado dos julgamentos em sua complexidade. A mera narrativa dos fatos ocorridos dentro de um processo não é apta a fornecer elementos suficientes para que se compreenda a forma como um julgamento ocorreu ou o porquê de um determinado resultado no julgamento. Historicizar um processo judicial com fins de assimilar os motivos que levaram à decisão não significa apenas inseri-lo em um momento histórico e descrever os discursos e fatos ocorridos, mas sim entendê-lo em sua complexidade que perpassa desde a figura do julgador, a instituição judiciária, as partes, as regras a serem aplicadas, o contexto histórico e o próprio processo e julgamento.